Categories: Evangelho, Mateus Tags: , Leave a comment

Os desígnios de Deus em nossas vidas (MT 1, 18-23)

É comum passarmos por momentos onde não entendemos o que está acontecendo em nossas vidas. Especialmente quando são de dificuldades, acabamos tentados a questionar com Deus a razão dos fatos, afinal, Ele não quer o nosso bem? Então, por que passamos por isso?

José também viveu um desses momentos quando Maria, sua futura mulher, ficou grávida pela ação do Espírito Santo antes do casamento. José, por ser justo, resolveu deixá-la em segredo, evitando assim sua perseguição. Uma atitude totalmente aceitável, pois, ainda nos tempos de hoje, a sociedade vive em torno dos homens.

Mas como costumo dizer, os de Deus geralmente não são compreendidos em nosso tempo e precisam de maturação até que sejamos capazes de aceitá-los. Assim, é preciso ter fé no presente e perseverança no futuro.

José não compreendeu a situação que se apresentou para ele, mas aceitou o desígnio e apoiando-se através da fé, seguiu em frente. Com o passar do tempo, a humanidade entendeu que não foi ele quem aceitou ser o pai de Jesus, mas foi o próprio Criador quem escolheu José como humilde homem para acolher o Filho de Deus na Terra.

Peçamos a Deus que nos conceda a fé necessária para aceitar Seus desígnios em nossas vidas, mantendo-nos perseverantes enquanto aguardamos o tempo certo para compreendê-los.

Carlos Amorim Junior

A Comunidade é feita por todos, partilhe você também!

Partilhe
  • 4
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    4
    Shares
Carlos Amorim Junior

Católico por amor, Cristão em tempo integral, apaixonado pela família, Ministro Extraordinário da Sagrada Comunhão, postulante a acólito, formador de grupos de Batismo e Crisma ou simplesmente alguém apaixonado por Jesus que tenta à sua maneira, Evangelizar através da tecnologia.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.