Categories: Evangelho, Lucas Tags: , Leave a comment

Jesus quer que sejamos felizes em nossos projetos (LC 5, 1-11)

O dia mal amanhece e você já ouve o som do despertador insistindo em lhe empurrar da cama para mais um dia de trabalho. A noite passou tão rápido que nem deu tempo de descansar. Ficou acordado até tarde preparando o material para aquela reunião importante com o cliente. Os nervos estão à flor da pele, nada pode dar errado hoje!

Banho tomado, gravata combinando com o traje perfeito, hora de encarar o desafio e por em prática a principal frase dos chefes: “traga os resultados”. A reunião começa e vem o primeiro momento de tensão quando o computador teima em não ligar. O nervosismo começa a bater, mas calma, é só um contratempo comum em tempos de apresentação eletrônica.

Finalmente o projetor resolve mostrar seu material, mas você logo percebe que alguma coisa está errada. O primeiro slide está desatualizado, essa não! Você lembra que na pressa de terminar o conteúdo, acabou esquecendo de passar para o computador a última versão do arquivo, e agora? Não há muito o que fazer, não dá pra mostrar ao cliente um conteúdo desatualizado. Hora de esquecer o computador e levar a reunião na garganta mesmo! O cliente olha feio e não reage bem ao aparente descaso no preparo da reunião. Já seria difícil convencê-lo a fechar o negócio se a apresentação fosse perfeita, desse jeito então, será quase impossível. Você se decepciona, uma oportunidade como aquela é rara de conseguir. É uma pena, porque o dinheiro que entraria com aquela bonificação viria a calhar. Parece que ficará para outro momento.

Ao final da reunião, o cliente diz o que você já esperava depois daquele fiasco de apresentação: “vamos ver…”. Era tudo o que você não queria ouvir. Aquele dia foi um fracasso que você quer apagar do seu histórico profissional. Na saída da reunião, alguém que passava por perto lhe chama à parte e pede que faça aquela mesma apresentação em outra empresa, garantindo que ao final, você fará a melhor venda da sua vida, superando qualquer prognóstico de metas.

Depois de toda jornada infortúnia daquele dia, você iria?

Pois é minha gente, Simão aceitou o desafio. Claro que Jesus não era qualquer um passando ali perto da barca, mas como acreditar que depois de uma noite inteira de redes vazias, teria sucesso justo agora? Como convencer seus amigos a remar até águas mais profundas se todos já estavam cansados? Como driblar o desânimo e encontrar forças para persistir em um caminho de esperança?

A resposta de Pedro foi através da fé. A razão dizia que ele não pegaria mais nada, mas seu coração foi tocado por Jesus. Sua fé foi decisiva para que o milagre acontecesse na vida dele e de seus amigos.

Sejamos nós também movidos pela fé, mesmo ao passarmos por dificuldades, lembremos que se for da vontade de Jesus, qualquer milagre pode ser realizado. Confiemos nisso!

Carlos Amorim Junior

A Comunidade é feita por todos, partilhe você também!

Partilhe
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share
Carlos Amorim Junior

Católico por amor, Cristão em tempo integral, apaixonado pela família, Ministro Extraordinário da Sagrada Comunhão, postulante a acólito, formador de grupos de Batismo e Crisma ou simplesmente alguém apaixonado por Jesus que tenta à sua maneira, Evangelizar através da tecnologia.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.