Categories: Evangelho, João Tags: , Leave a comment

Aí vem um israelita de verdade, um homem sem falsidade (Jo 1, 45-51)

Jesus percorre povoados, conhece pessoas, realiza milagres, conta parábolas. Sua vida é dedicada ao próximo e serve de modelo a outros homens.

Alguns porém, duvidam do exemplo de Jesus, afinal, o mundo anda cheio de modelos de perfeição, respeito, educação, comportamento, satisfação e , que fica difícil acreditar que alguém possa reunir todos eles em uma única pessoa, mais do que isso, é definitivamente impossível crer que seja alguém que não veio de São Paulo ou pelo menos tenha estudado na USP, Harvard ou Oxford. Veio de onde? De Nazaré? De Nazaré pode sair coisa boa?

Quantas vezes nós também discriminamos pessoas só por causa das suas origens? Quantas vezes depreciamos alguém só porque não nasceu no mesmo lugar que nós? Quantas vezes associamos a preguiça, lentidão e dificuldade especificamente com um povo? Será que isso é sinceridade de opinião ou pode ser arrogância de repetir antigos preceitos(muitas vezes falsos) criados pela sociedade?

Jesus nos mostra que nossas origens não são mais importantes do que aquilo que podemos fazer e contribuir para o mundo. Nosso passado, portanto, não é mais importante que o presente ou futuro. Se algo foi feito e deixou alguma mancha, pode ser diariamente passado a limpo para uma nova vida, pois a condenação não deve perdurar, mas o perdão deve sempre prevalecer.

A forma como o homem encarou a chegada de Jesus em sua vida foi sincera. Ele externou sua real opinião sobre Nazaré e duvidou que Jesus pudesse ser tudo aquilo que falavam dele, mas ao final, se convenceu que estava enganado e se converteu ao plano de Jesus para ele. Por fim, a ele foi prometido um lugar especial, de onde verá o Céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem. A sinceridade do homem o salvou!

Tenhamos portanto, dignidade para com o próximo, julguemos menos pelas aparências mas, sobretudo, tenhamos sinceridade sobre nossas opiniões, com coragem para defendê-las de coração.

Amém!

Carlos Amorim Junior

Partilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Carlos Amorim Junior

Católico por amor, Cristão em tempo integral, apaixonado pela família, Ministro Extraordinário da Sagrada Comunhão, postulante a acólito, formador de grupos de Batismo e Crisma ou simplesmente alguém apaixonado por Jesus que tenta à sua maneira, Evangelizar através da tecnologia.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.